.

.

Confusão entre atrizes termina em delegacia; Léa Garcia, de 82 anos, é acusada de agressão

Atriz Léa Garcia Foto: Arquivo

A atriz Léa Garcia, de 82 anos, está sendo acusada de ter agredido com um tapa na cara a atriz piauiense Gigi Brandão, de 42. A confusão aconteceu durante uma discussão das duas no Sindicato dos Artistas do Rio, e foi parar na 5ª DP (Centro), com Gigi registrando queixa de agressão e ameaça.

De acordo com o Boletim de Ocorrência de número 005-04895/2015, Gigi alegou que foi impedida por Léa de participar do ciclo de leituras dramatizadas que aconteceria no Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio (Sated). Ela teria sido convidada pelo diretor Délcio Marinho para integrar o elenco do projeto. Ao chegar no local, foi informada por Lea, que é diretora artística do Sated, que não haveria mais vagas.

Gigi Brandão alega que levou um tapa na cara de atriz
Gigi Brandão alega que levou um tapa na cara de atriz Foto: Facebook/Reprodução
Em depoimento aos policiais, Gigi contou que foi chamada de mentirosa por Léa. Até que os ânîmos se exaltaram e elas chegaram às vias de fato, com a veterena dando um tapa na cara da atriz, na saída do elevador da sede.

Procurada pela Retratos da Vida, Léa admite que perdeu o controle e se defende afirmando que foi agredida verbalmente pela piauiense.

“Eu me excedi, sim. Mas ela me agrediu verbalmente, me enfrentou! Veio para cima de mim discutindo e colocou o dedo na minha cara. Nessa hora, eu segurei o dedo dela e devo ter dado o tapa, mas não quero mais falar disso. Fui muito desrespeitada e humilhada, e as pessoas só condenam agressões físicas, nunca as verbais”, explicou, afirmando que tentou dizer com toda a boa vontade que não haveria mais vagas e que chegou a indicar que a atriz participasse de um outro ciclo de leituras.

Além de prestar queixa, Gigi também fez um exame de corpo de delito para comprovar a agressão. Léa foi intimada a prestar explicações na delegacia.


0 comentários:

Visitantes pelo mundo