.

.

Daniel Ortiz diz que "Haja Coração" mistura gêneros e atrai todos os públicos



O autor da novela "Haja Coração", Daniel Ortiz, no ar todos os dias a partir das 19h30 na Globo, tem segurado a peteca.

Escrevendo seu folhetim baseado na obra de "Sassaricando" (1987), de Silvio de Abreu e sucedendo o sucesso "Totalmente Demais", Ortiz tem dado conta do recado.

Em entrevista à revista Quem, ele explica um pouco do sucesso da novela: "A novela tem uma mistura de todos os gêneros: comédia, romance, uma parte dramática. É vibrante e colorida, além de ter personagens bem construídos, que eu herdei do Silvio de Abreu. As três mulheres falidas agradam as donas de casa, temos um núcleo jovem... A trama atrai todo tipo de público".

Sobre a dificuldade de se adaptar uma obra de quase 20 anos atrás, Daniel relata que não houve uma grande dificuldade, e sim a necessidade de se criar uma roupagem atraente, sem seguir o que foi realizado na obra original. "Fiz atualizações",conta.

Uma de suas personagens, a Shirlei, foi "ressuscitada" de "Torre de Babel" (1998): "Eu gostava muito da personagem nessa novela. Quando o Silvio me autorizou a fazer essa reedição, eu quis substituir algumas coisas, porque, quando você pega a história de outra pessoa, você se identifica mais com um personagem ou outro".

Ortiz também fala sobre sua rotina: "Acordo entre 8h e 9h, 10h30 começo. Num bom dia, termino na hora da novela, 19h30; em outros vou até 1h da manhã. Converso com o diretor, o Fred Mayrink, diariamente, sobre as cenas do capítulo exibido e questões de produção. Não paro um minuto".

0 comentários:

Visitantes pelo mundo