.

.

Filha defende Michael Jackson de acusações de pornografia infantil



Michael Jackson colecionava material pornográfico infantil e imagens de tortura animal em seu rancho Neverland, de acordo com o site Radar Online.

A filha do cantor, Paris Jackson, de 18 anos, usou as redes sociais para defendê-lo após um relatório da polícia divulgado nesta terça-feira (21) afirmar que o cantor tinha centenas de imagens de pornografia quando invadiram a casa dele em 2003.

Paris usou o Twitter para dizer aos fãs para ignorarem as pessoas que tentam caluniar seu pai. “Infelizmente a negatividade vai sempre vender. Eu incentivo vocês a ignorarem o lixo e os parasitas que fazem uma carreira tentando difamar meu pai”, escreveu.

Numa outra publicação Paris disse que “as pessoas mais puras são sempre diminuídas… Continuará a ser provado que o meu pai amado sempre foi e sempre será inocente”, disse.

O detetive Craig Bonner cita em relatório que o astro teria usado inclusive fotos sensuais dos sobrinhos para atrair e excitar jovens rapazes.

“Os documentos expuseram Michael como um predador manipulador viciado em sexo e drogas que colecionava imagens explícitas de sacrifício animal e sexo adulto perverso para fazer as jovens cederem às suas vontades”, teria dito um investigador ao “Radar Online”.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo