.

.

40% dos candidatos selecionados para o “BBB” são eliminados por possuírem HIV e outras doenças

Pedro Bial (Foto: Globo/Frederico Rozario)
Pedro Bial
(Foto: Globo/Frederico Rozario)
Sim, é surpreendente, mas a pré-seleção que o “BBB” promove em busca de seus participantes a cada edição, também acaba identificando diversos problemas de saúde que os inscritos nem mesmo sabiam que possuíam.
Segundo informa a jornalista Keila Jimenez, cerca de 40% dos candidatos que são pré-selecionados pelo programa, são eliminados nos exames médicos, o que literalmente prova que não basta apenas ter uma indicação ou um corpo de dar inveja. Pelo que informa a publicação, os candidatos são submetidos a exames de índice de massa corporal, a pressão arterial e a condição física. No entanto, vale destacar que as doenças responsáveis por eliminar os quase “BBBs” na maioria das vezes, são as doenças sexualmente transmissíveis como HIV, Sífilis e Hebatite B. Há edições que de cada dez participantes, três são eliminados nos exames por conta dessas doenças, como informa a jornalista.
Muitas pessoas questionam se o fato da Globo promover exames como esses nos candidatos, não torna a atração preconceituosa. No entanto, dentro da Globo existe uma preocupação quanto aos demais participantes, até porque muitos acabam tendo relações sexuais dentro do programa. Vale ressaltar, que este tipo de regra existe em praticamente todo o mundo onde o programa é exibido e a Globo não pretende fazer diferente no Brasil. Uma fonte do programa, destacou, inclusive, que um dos momentos mais delicados da seleção é informar aos candidatos os motivos pelos quais foram eliminados da pré-seleção.
Procurada, a Globo diz que não comenta o processo de seleção do “Big Brother Brasil”.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo