.

.

Há 23 anos, assassinato de Daniella Perez chocou o país; relembre

Daniella Perez_atriz
Daniella Perez estaria com 45 anos se estivesse viva (Foto: Divulgação)
Nesta segunda-feira (28), completa 23 anos do assassinado de Daniella Perez, morta no início dos anos 90. Se estivesse viva, a filha da autora Gloria Perez estaria com 45 anos de idade.
Nascida em 11 de agosto de 1970, Daniella era atriz e bailarina, e por isso, sempre teve sua vida ligada à arte. Em sua primeira participação na televisão, na novela “Kananga do Japão”, da Rede Manchete, ela conheceu seu marido Raul Gazolla, com quem esteve casada por apenas dois anos, de 1990 à 1992.
Logo após participar da trama na Manchete, Danny – como era chamada entre amigos – foi convidada para viver a personagem Clô na novela “Barriga de Aluguel”, folhetim escrito por sua mãe, Gloria Perez. Em seguida, a atriz foi convidada para estar na novela “O Dono do Mundo”, de Gilberto Braga, onde interpretou Yara, irmã da protagonista vivida por Glória Pires. Mais tarde, já reconhecida pelo grande público, Daniella viveu a personagem Yasmin, irmã da protagonista interpretada por Cristiana Oliveira, na novela “De Corpo e Alma”, sendo esse seu último trabalho.
Jovem, Daniella tinha apenas 22 anos quando foi assassinada pelo ex-ator e colega de elenco Guilherme de Pádua e por sua então esposa Paula Nogueira Thomaz (hoje Paula Nogueira Peixoto), que armaram uma emboscada e a mataram. O crime foi motivado pelo ciúme psicopata ou síndrome de otelo que Paula passou a ter da atriz depois do início das gravações da novela “De Corpo e Alma”, trama onde Daniella fazia um par romântico com seu cônjuge, juntamente com a frustração pelas investidas mal sucedidas que Guilherme dava na atriz tentando iniciar uma relação. O casal foi julgado e condenado por homicídio duplamente qualificado, com motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. Os dois cumpriram foram condenados a 19 anos de prisão em regime fechado, mas cumpriram apenas seis por bom comportamento.
Após o ocorrido, Glória Perez liderou uma campanha de assinaturas e conseguiu e conseguiu transformar homicídio qualificado em crime hediondo.
Publicidade
A saída da personagem de Daniella na novela “De Corpo e Alma” foi explicada com uma viagem de estudos ao exterior, já o personagem do ator Guilherme de Pádua apenas deixou de existir, sem ter desfecho.
Confira as últimas cenas de Daniella Perez em “De Corpo e Alma”.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo