.

.

Morre o ator e diretor Antônio Abujamra

O ator, diretor e apresentador Antônio Abujamra morreu nesta terça-feira (28), aos 82 anos. A notícia foi divulgada pela TV Cultura, emissora na qual ele apresentou o programa "Provocações" durante 14 anos. De acordo com a rede, Abujamra morreu em sua casa, enquanto dormia.


Com um trabalho marcado pelo espírito provocativo, o artista ajudou a introduzir no Brasil o trabalho de autores como Bertolt Brecht e Roger Planchon.

Abujamra nasceu em Ourinhos, no interior de São Paulo, em 13 de setembro de 1932. Formado em filosofia e jornalismo, passou uma temporada estudando na Europa e estreou na direção profissional de teatro em 1961, já de volta ao Brasil, com "Raízes", de Arnold Wesker.

Ainda na década de 1960 fundou o grupo Decisão, que buscava disseminar o teatro político com base em Brecht. A companhia seria encerrada com o endurecimento do regime militar.

Nos anos 1980, Abujamra participou do projeto de recuperação artística do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e, depois, dirigiu para a Companhia Estável de Repertório (CER) um de seus maiores sucessos, "Nostradamus".

Com mais de 50 anos, começou a se dedicar com mais regularidade à carreira de ator, atuando em peças e novelas, incluindo "Que Rei Sou Eu?", "Os Ossos do Barão" e "Terra Nostra". No cinema, fez filmes como "Carlota Joaquina, princesa do Brazil", "Quem Matou Pixote?' e "É Proibido Fumar", entre vários outros.


Passou pelas TVs Tupi, Bandeirantes, Manchete, Globo, Record, SBT e Cultura, na qual estreou em 1971. Depois de dirigir infantis como "Vila Sésamo", em 2000 começou a apresentar o programa de entrevistas "Provocações".

Abujamra deixa os filhos André e Alexandre, e dois netos.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo