.

.

"A gente vira escrava do sucesso", diz Ana Paula Padrão



Ana Paula Padrão, 47, comentou novamente sua saída da Record para se dedicar aos próprios negócios.

"Metade das decisões que tomei foi para garantir que teria vida pessoal fora da minha carreira", disse à revista "TPM". "A gente vira escrava do sucesso."

"As pessoas gostam de mim na bancada, o mercado gosta de mim na bancada, sou um bom produto na bancada, a audiência confia em mim e isso é muito bom para empresas patrocinadoras do telejornal, porque atraio bons patrocinadores", avaliou. "É bom para a TV, para os patrocinadores e para a audiência. Mas e eu?"

Ela agora quer se dedicar a desvendar o mercado de trabalho para mulheres.

"Eu queria contar histórias e consegui", disse. "Meu barato é estar onde estão acontecendo as coisas, e é onde estou agora: a mulher brasileira está acontecendo, e eu vou contar essa história."

F5

0 comentários:

Visitantes pelo mundo