.

.

Geyse Arruda conta como foi a sua primeira vez depois da cirurgia intima



A “primeira” vez

Após a cirurgia íntima feita há dois meses, Geisy está descobrindo uma “nova modalidade” de sexo. “Por enquanto não dá para fazer sexo selvagem, tem de ser carinhoso”, conta ela. A primeira vez depois do período de repouso, aliás, não foi fácil. Foi dolorido e demorado, aos poucos.

 Na verdade ainda estou me acostumando porque me senti virgem de novo. E doeu mais do que a primeira vez de fato. O problema maior, segundo ela, foi ficar dois meses “na seca”. “Eu sempre tive vida sexual ativa, fazia sexo praticamente todos os dias. Se eu não fizesse ficava mal-humorada. Agora consigo ter autocontrole”, conta.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo