.

.

Por tráfico de drogas e estupro, ex-BBB Laércio pode pegar 68 anos de prisão



O ex-BBB Laércio de Moura, de 53 anos, criticado no programa por seus atos suspeitos, acabou indo parar na cadeia, após o envolvimento com uma menor de idade. No entanto, as investigações da polícia não pararam por aí, e a sua pena pode ser maior do que ele imaginava.

De acordo com informações do jornal Extra, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou o ex-participante do “Big Brother Brasil” por crimes de estupro, fornecimento e tráfico de drogas. Caso a Justiça aceite a denúncia, ele poderá pegar até 68 anos de prisão.

De acordo com o inquérito, Laércio foi denunciado por dois estupros numa mesma vítima e tentativa em outra. As provas que incriminam o designer de tatuagem foram encontradas pela polícia em arquivos de mídia, como computador, pen drives e celulares.

Também serão incluídas as informações no inquérito concluído pela delegada Daniela Corrêa Antunes Andrade, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente. Laércio foi transferido para uma cela com outros cinco presos, acusados pelo mesmo crime.

A transferência foi feita após um período de adaptação na área de triagem da Casa de Custódia de Curitiba (CCC).


0 comentários:

Visitantes pelo mundo