.

.

Sabrina Sato se revolta e Record suspende ida de Luiz Bacci para as noites de sábado

625_315_1394120288sabrina_sato
Sabrina Sato não aprova troca com Bacci (Foto: Divulgação/ Record)


Sabrina Sato não gostou nada, e consequentemente não aprovou a ideia da direção da Record de transferir seu programa das noites de sábado para as de sexta-feira, e colocar em seu lugar uma atração de auditório com Luiz Bacci.
A apresentadora se rebelou e não aceitou a proposta. O principal argumento foi o de que o “Programa da Sabrina” – há um ano no ar – vem sendo a maior audiência da emissora aos sábados – com médias entre 7 e 8 pontos – e mudá-lo de dia poderia jogar fora todo um trabalho que está se consolidando.

Sabrina, juntamente com seus dois irmãos, que administram sua carreira, ficaram apavorados com a ideia de uma mudança para o fim de noite de sexta-feira, faixa em que as audiências são menores, e fizeram de tudo para impedir troca. Eles têm como referência o fiasco de Rafael Cortez nesse dia.
A apresentadora se rebelou e a ação já surtiu efeito. Seu programa não sairá dos sábados, pelo menos por enquanto. A mudança foi suspensa, mas a ameaça ainda continua, visto que, há um embate nos bastidores da Record entre os vice-presidentes de jornalismo, Douglas Tavolaro, e artístico, Marcelo Silva. Tavolaro quer os sábados à noite para Bacci. Do outro lado, Silva não quer ceder.
Animado com o aumento de audiência registrado no período da manhã após a estreia de Luiz Bacci à frente de quase três horas de programação – das 6h às 8h55 – , Tavolaro quer dar ao “menino  de ouro” um programa de auditório, sonho que o jornalista não conseguiu realizar na Band, que o contratou em maio do ano passado com essa promessa.
Depois de apenas dez meses de contrato, Bacci foi dispensado pela Band e voltou para a Record no final de março, tomando os lugares de Fabíola Gadelha e William Travassos no “Balanço Geral Manhã” e no “SP no Ar”, respectivamente.
Tanto Sabrina Sato, quanto a Record, foram procurados para falar sobre o assunto, mas não se manifestaram.

As informações são do jornalista Daniel Castro.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo