.

.

Record assusta elenco e deixa em risco novo horário de novelas



A Record vai fazer sua primeira novela com tema bíblico. De acordo com informações, o título e o tema da novela já foi selecionado: “Moisés”. Vivian de Oliveira vai escrever, e Alexandre Avancini, que deixou “Pecado Mortal” por isso, será diretor-geral.

 A autora está mergulhando fundo em pesquisas junto com sua equipe e também conta com o apoio de historiadores. A novela, que terá cerca de 100 capítulos, é considerada uma obra complexa pelas passagens de tempo os efeitos especiais que serão necessários para chegar ao resultado desejado pelo canal de Edir Macedo.

 Porém, nos bastidores do RecNov (central de estúdios da Record no Rio), teme-se que a emissora passe a investir apenas em produções bíblicas, que têm dado melhores resultados na audiência, e feche o atual horário de novelas, das 21h15, que não consegue emplacar mesmo enfrentando a pior audiência de uma novela das nove da Globo, no caso, “Em Família”.

 De acordo com o jornalista Daniel Castro, os temores sobre o futuro da teledramaturgia aumentaram depois que a emissora decidiu não renovar com vários atores, entre eles Leonardo Brício e Renata Dominguez, que foram protagonistas da “retomada”. A emissora adotou uma política de contratos por obra e manterá contratos longos apenas com atores que julga indispensáveis, impossibilitando assim um elenco acima de 100 pessoas, o insuficiente para manter dois horários de novelas.

 Procurada, a Record garante que o segundo horário não vai interferir no primeiro, ressaltando a trama de Gustavo Reiz, que substituirá “Vitória”. Com uma produção mais modesta, elenco mais curto e poucos cenários, assim como foi “Dona Xepa”, do mesmo autor, o folhetim contará a vida da avó e da mãe da escrava Isaura do livro escrito em 1875 por Bernardo Guimarães (1825-1884) e adaptado pela Globo (1976) e Record (2004).

0 comentários:

Visitantes pelo mundo