.

.

Chimbinha nega acusações de Joelma e pede: “Me deixem em paz”

Foto:Reprodução
Foto:Reprodução
Neste último domingo, 1 de novembro, a cantora Joelma, em entrevista ao “Fantástico”, da Globo, contou que teria sofrido diversas agressões físicas por parte do Chimbinha, seu ex-marido.
De acordo com a entrevista, uma nova acusação feita pela loira é de que o rapaz também teria sido responsável por desvios de recursos da banda Calypso.
Segundo uma nota à imprensa divulgada por Mauro Neto, gerenciador de crises do guitarrista, as notícias trazidas por Joelma seriam infundadas e parte de um plano da cantora para desviar o foco do lançamento do novo Projeto Calypso. As novidades ficam por conta da recente divulgação do nome da cantora Thábata Mendes como substituta de Joelma no vocal da banda.
O guitarrista Chimbinha, criador da Banda Calypso, nega e lamenta profundamente que notícia infundada sobre violência a seu respeito – antiga e já respondida ínúmeras vezes  em todos os grandes veículos de comunicação do Brasil e também nas mídias sociais –  esteja sendo utilizada neste momento para tentar desviar o foco do sucesso que foi o lançamento do novo Projeto Calypso, que tem como vocalista a cantora Thábata Mendes, apresentada à imprensa nacional em Belém no último sábado, 31.
Chimbinha desconhece e nega a denúncia de que teria desviado recursos de sua empresa para investir em outros artistas. Ele afirma, no entanto, que é de conhecimento público seu trabalho como empresário e produtor musical desde a juventude e antes de conhecer sua ex-parceira de palco. Tem em seu currículo nada menos do que 400 LPs, Cds e DVDs com sua assinatura e parcerias com os principais nomes da música brasileira, que podem assegurar sua honestidade e talento musical.
Por fim, Chimbinha reafirma novamente sua opção pelo diálogo, pela elegância no trato com as pessoas, pela reserva à sua privacidade (que não vem sendo respeitada) e afirma: “Para mim chega de fofoca. Quero que me deixem trabalhar em paz neste novo projeto e mostrar ao Brasil e à América Latina que o Calypso ainda vai fazer muita gente feliz. Aguardem!”.

0 comentários:

Visitantes pelo mundo